quarta-feira, 22 de dezembro de 2010



Participação dos alunos do 6º D e da professora Márcia Costa no concurso "Há Vida na Biblioteca" promovido pela revista Visão Júnior e apoiado pelo PNL e RBE.
Ler aqui a reportagem que obteve menção honrosa.

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

TOP leitores com mais empréstimos domiciliários
1º Período
Rafael Alexandre da Costa Araújo - 8º B, 22
Anderia Daniela Simões Correia -6ºC, 21
Marta Cláudia Batista Oliveira, 6º A , 20
Bruna Catarina Azevedo Ferreira- 6ºA, 20
Sara Alexandra Rodrigues Santos - 6º A , 20
Fábio Rafael Correia Guerra Fontes - 8ºB, 15

Pedro Francisco Gomes Araújo - 7º D, 15
Novembro
Ana Carolina Pinto Duarte - 6ºA, 8
Andreia Daniela Simões Correia - 6º C, 8
Rafael Alexandre da Costa Araújo - 8ºB, 7
Pedro Francisco Gomes Araújo - 7º D, 5
Outubro
Marta Cláudia Batista Oliveira - 6º A, 9
Ana Carlina pinto Duarte - 6º A, 8
Andreia Daniela Simões Correia - 6º C, 8
Bruna Catarina Azevedo Ferreira - 6º C, 8
Daniela Filipa Martins Ferreira - 6º C, 8
Sara Alexandra Rodrigues Santos - 6º A, 8
Bruno José Pereira Veiga - 7º E, 5
Rafael Alexandre da Costa Araújo- 8º B, 5
Setembro
Bruna Catarina Azevedo Ferreira- 6º C, 8
Inês Isabel Dias Fernandes - 6º C, 6
Rafael Alexandre da Costa Araújo - 8º B, 6
Fábio Rafael Correia Guerra Fontes - 8º B, 5
Pedro Francisco Gomes Araújo- 7º D, 5
Parabéns e continuação de boas leituras!

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

aLer+ no Natal

A campanha de troca de livros, organizada pelas alunas Ângela Barbosa e Elsa Meneses do 9º B , decorre de 3ª a 5ª feira. Entrega o teu livro nestes dias e na sexta-feira, dia 17, pelas 12 horas junta-te a nós na biblioteca para trocares o teu livro.

No dia 10 de Dezembro, no âmbito da disciplina de Língua Portuguesa, as turmas do 5º ano assistiram a uma peça de teatro “ O Escaravelho Contador” baseada no livro "Histórias que me contaste tu" de Manuel António Pina, em Braga, no Theatro Circo.
A peça foi muito divertida, o Escaravelho estava sempre a fazer idiotices e transmitiu a mensagem de que todos gostamos de sonhar e que isto nos faz felizes, mesmo na idade adulta.
Na minha opinião, a visita foi gratificante, mas teria sido ainda mais interessante se tivéssemos assistido à peça no auditório principal e não no pequeno auditório. Também seria muito agradável termos feito uma visita guiada ao Theatro Circo.
A todas as pessoas envolvidas, e particularmente aos professores, é importante agradecer pelo empenho, dedicação e interesse, até porque se não fossem eles muitos de nós não teríamos a oportunidade de assistir à referida peça de teatro e estes acontecimentos aumentam os nossos conhecimentos e dão-nos experiência de vida muito gratificantes.


Daniel Ribeiro Fernandes, 5ºE

domingo, 12 de dezembro de 2010

A ilustradora do livro "O tamanho da minha altura( entre outras coisas)", Marta Neto esteve dois dias entre nós e deixou a sua marca pessoal. Uma manhã e tarde de intenso trabalho com os alunos de duas turmas do 5º ano e uma de 7º ano. Uma aula de E.V.T. e de Oficina de Artes de apelo à criatividade e à imaginação.

Tendo como referência a leitura do livro, os alunos transportaram para o papel de cenário, recortado com as suas silhuetas e, com ajuda de lápis, pincéis, tintas e colagens, os seus sonhos, as suas aspirações e o tamanho do que vêem.

domingo, 5 de dezembro de 2010


A leitura do livro "O tamanho da minha altura ( entre outras coisas) "da autoria de Suzana Ramos e Marta Neto, vencedor do prémio literário Maria Rosa Colaço, 2007 será o mote para o desenvolvimento de actividades na área da ilustração orientadas pela ilustradora que no dia 7 se encontrará com os alunos do 5º ano E e F. À tarde fará uma sessão com os alunos do 7º ano.

«…todos se esqueciam de responder ao José Maria. Ou pelo menos todos se esqueciam de lhe responder como ele queria que lhe respondessem. Por isso, o rapaz ia ficando sem saber algumas coisas, coisas acerca das quais ainda não tinha construído certas ideias. Ideias acerca de certos e determinados assuntos. Era isto que ainda se passava, por exemplo, com o tamanho da sua altura…».
(excerto do livro)

O José Maria cresceu e descobriu, através de um poeta “que era uma Pessoa com o direito de ter esse nome”, que é do tamanho do que vê e não do tamanho da sua altura.

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer,
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...

Nas cidades a vida é mais pequena
Que aqui na minha casa no cimo deste outeiro.
Na cidade as grandes casas fecham a vista à chave,
Escondem o horizonte, empurram o nosso olhar para longe de todo o céu,
Tornam-nos pequenos porque nos tiram o que os nossos olhos nos podem dar,
E tornam-nos pobres porque a nossa única riqueza é ver.

“O Guardador de Rebanhos”. In Poemas de Alberto Caeiro. Fernando Pessoa.


terça-feira, 30 de novembro de 2010

Vencedor do Concurso de adivinhas do mês de Novembro
Renato Dias do 5ºC

Participaram no concurso os alunos:Cátia Coelho, Ana Gomes, Luís Gonçalves , Ângela Ribeiro , João Gomes, Diogo Gomes , Margarida Gomes , João Fernandes, João Filipe, Bruna Fernandes, Ana Alexandrina,Inês Gonçalves, Fátima Isabel, Francisco Simão, Bruna Monteiro, Sofia Gonçalves, Diana Gomes, Sara Gomes, Ana Gomes, Joana Silva, Maria Maciel, Ana Raquel, Juliana Coelho.

sexta-feira, 26 de novembro de 2010


- Palavras quê? - perguntavam os alunos estranhando o nome da sessão em que iam participar na Biblioteca Lúcio Craveiro da Silva.
- PALAVRAS MARCIANAS.
Foi no desenrolar do jogo entre marcianos e terrestres que girou esta sessão de trabalho em torno do dicionário e das palavras " marcianas" que por lá encontraram.
Excelente sessão de dinamização do uso do dicionário orientada pelo escritor e mediador da leitura Miguel Horta e os sortudos foram os alunos do 7º ano da turma B, numa actividade organizada pelo professora Luz Azeredo e apoiada pela professora bibliotecária e professora Dina Cruz no dia 25 de Novembro.

quarta-feira, 24 de novembro de 2010


Concurso "Quem conta um conto ... acrescenta-lhe um ponto"

Este concurso é promovido pelo semanário SOL que se associa ao Plano Nacional da Leitura procurando estimular os hábitos de leitura e de escrita nos alunos do 2.º ciclo. O desafio é escrever um conto original que dê seguimento a um dos livros da coleção "Clássicos da Literatura Portuguesa", distribuída com o semanário SOL e que estão disponíveis na biblioteca.
Não percas a oportunidade de ganhar prémios aliciantes!

Consultar o regulamento aqui ou no placard de divulgação.

terça-feira, 23 de novembro de 2010


aLer+ Ciência
O homem que tinha uma árvore na cabeça de José Jorge Letria.
"Imagine-se um homem chamado Arbóreo a quem começou um dia a crescer uma árvore na cabeça, coisa que não é costume acontecer ao comum dos mortais.Imagine-se que tudo isto é uma forma de juntar a poesia e a ciência e de dizer aos leitores que sem cultura científica não se consegue perceber o mundo e estar preparado para o que o futuro nos reserva e que já faz parte do presente."
aLer+ Ciência
Um Rapaz Invulgar - O pequeno Albert Einstein de Don Brown


"Albert nasceu em 1879. Não era um bebé particularmente bonito, pois era demasiado gordo e a sua cabeça parecia ser maior do que a dos outros bebés. Albert foi crescendo, mas não se tornou um rapaz simpático (batia na irmã, enfurecia os professores e não tinha muitos amigos. Divertia-se a construir castelos de cartas, fazia puzzles, tocava violino – entretendo-se a descobrir os mistérios dos compassos de Mozart –, entusiasmava-se com os enigmas da geometria e da matemática, e os seus pensamentos eram como um turbilhão de ideias. Nas escola, não correspondia às expectativas dos professores – era um rapaz discreto, pouco exuberante. Alguns professores avaliavam-no como sendo pouco inteligente. Mas era realmente um rapaz invulgar, embora fosse visto como uma "ovelha negra". Contudo, os seus pensamentos estavam destinados a mudar o mundo, o nosso entendimento de tudo o que nos rodeia e do nosso lugar no universo."


Um livro para os mais novos sobre o crescimento de um dos mais importantes pensadores do século XX.

Depois de saborear o delicioso bolo de chocolate na caneca, que tal ler o livro "A que sabe esta história?" de Alice Vieira com receitas de Vítor Sobral e ilustrações de Carla Nazareth.
Pois é, em "A que sabe esta história Alice Vieira reconta histórias de sempre com muito humor e ... sabor!
Vítor Sobral, conhecidíssimo chefe no mundo da culinária, dá uma receita por conto, para cozinhares com os teus pais.
Diverte-te a descobrir os prazeres de ler e de comer.

segunda-feira, 22 de novembro de 2010


O bolo na caneca ... na Biblioteca na Semana da C & T.

A Quimíca e a Física explicam!
Cheira bem e sabe muito bem o bolo na caneca que os alunos do 9º ano prepararam para os colegas mais novos.
Referidos os ingredientes e o procedimento para a execução desta receita e enquanto se esperava que o bolo ficasse pronto, os alunos mais velhos explicaram que na confecção de um bolo na biblioteca ou na cozinha de cada um usamos aspectos da CIÊNCIA que estudamos na escola.
Como os pedidos da receita têm sido muitos, deixamo-la aqui numa versão para os mais novos experimentarem.

Bolo na Caneca
Ingredientes
1 ovo pequeno
4 colheres (sopa) de leite
2 colheres (sopa) de óleo
2 colheres (sopa) de chocolate em pó
4 colheres (sopa) de açucar
4 colheres (sopa)de farinha de trigo
1 colher ( café) de fermento em pó

Procedimento
Colque o ovo na caneca e bata bem com o garfo.
Acrescente o óleo, o açucar, o leite, o chocolate e bata mais.
Acrescente a farinha e o fermento e mexa delicadamente.
Leve ao microondas na potência máxima durante 3 minutos.
Nota: A medida da colher é sempre rasa.
Bom apetite!

domingo, 21 de novembro de 2010


Promover as literacias digitais e tecnológicas em prol da promoção da leitura é o grande objectivo desta acção de formação.
O que é o Podcasting?
Podcasting é a publicação de conteúdos áudio na internet, que, através da subscrição de "Feeds/ RSS", ficam disponíveis para serem descarregados para agregadores, como o iTunes, ou para outros dispositivos móveis como telemóveis, iPods, MP3, possibilitando a sua audição em qualquer lugar e em qualquer momento.
Para a gravação de podcast existem ferramentas de gravação e edição áudio. O Audacity é uma delas.

Adaptado de Manual de Ferramentas da Web 2.0 para Professores

quarta-feira, 17 de novembro de 2010


É sempre com enorme prazer que a biblioteca recebe pessoas ligadas à cultura, aos livros e à leitura, que nos trazem ideias novas, criativas e uma outra forma de ver e pensar o mundo.
Que bom que foi acolher o dr. Eduardo Jorge Madureira para nos falar de jornais, de informação e de tudo o que foi possível no tempo em que esteve connosco.
Obrigada por ter partilhado com os alunos e professores os seus conhecimentos.

segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Motivar para a participação activa dos alunos na elaboração do jornal escolar é um dos objectivos deste encontro que conta com a presença do Dr. Eduardo Jorge Madureira, organizado pela equipa do Jornal escolar "Palavras à solta" e pela Biblioteca Escolar.

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

O Mosteiro de Tibães convida...
Concerto Musical "Aquela cativa me tem cativo" Camões, Poesia a Música
Sábado, dia 20 de Novembro às 18 horas.

sexta-feira, 5 de novembro de 2010


Concurso Nacional de Leitura - Obras seleccionadas

A participação no concurso está aberta a todos os alunos do 3º ciclo.

A 1ª Fase do Concurso Nacional de Leitura decorrerá nos dias 6 e 7 de Janeiro de 2011.

Os três primeiros classificados da 1ª fase serão indicados para a participação na 2ª fase do Concurso Nacional da Leitura – Fase Distrital.

quarta-feira, 3 de novembro de 2010


2ª Edição do concurso " Conta-nos uma história"

O Podcast na educação


O Ministério da Educação (ME), através da Direcção Geral de Inovação e de Desenvolvimento Curricular (DGIDC), do Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares (RBE) e do Plano Nacional de Leitura (PNL), em parceria com a Microsoft, lança a 2ª Edição do concurso "Conta-nos uma história!" - Podcast na educação.
Esta iniciativa pretende fomentar a dinamização de projectos desenvolvidos pelas escolas de Educação Pré-Escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico que incentivem a utilização das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), nomeadamente tecnologias de gravação digital de áudio e vídeo.
Mais informações aqui

sábado, 30 de outubro de 2010


Diverte-te clicando aqui

"A Ciência e a Magia em Harry Potter" de Roger Highfield

"A Ciência por trás da Magia de Harry Potter - um olhar espirituoso e esclarecedor sobre os princípios, as teorias e os pressupostos científicos do mundo do rapaz feiticeiro.
Poderão os avanços na biologia molecular explicar Fluffy, o Cão de três cabeças? Poderá a descoberta de "efeitos antigravíticos" cósmicos desvelar o segredo voador da vassoura Nimbus Dois Mil? Será que o grifo nunca terá realmente sido outra coisa senão o dinossauro Protoceratops?(...)"
(Texto da contracapa com supressões)

Descobre as respostas para estas questões e explora as ligações entre a ciência e a magia!


"A festa das bruxas"de Agatha Christie

Desvenda o mistério ao lado do grande detective Hercule Poirot!
"A famosa escritora de policiais Ariadne Oliver prepara-se para celebrar a Noite das Bruxas em casa de uma amiga. Outra das convidadas é Joyce, uma jovem fã de livros policiais, que confessa ter já assistido a um assassinato. Mas a sua fama de contadora de histórias mirabolantes faz com que ninguém lhe preste atenção. Ou talvez não seja bem assim. Quando Joyce é encontrada morta nessa mesma noite, Mrs. Oliver questiona se esta última história seria mesmo fruto da sua imaginação. Quem de entre os convidados quereria silenciá-la? Mrs. Oliver não conhece ninguém melhor do que o seu amigo Hercule Poirot para responder a esta questão. Mas nem mesmo para o grande detective será fácil desmascarar o assassino..."
(texto da contracapa)

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

(Clicar para aumentar a imagem)
Foi com enorme prazer que os alunos do 6º ano conheceram a autora do livro "Viagem no tempo ao Mosteiro de Tibães", Adriana Jorge Ferreira do Amaral, actualmente a trabalhar na Direcção da Cultura do Norte.
Um momento extremamente enriquecedor para os alunos que tiveram oportunidade de colocar muitas questões acerca deste projecto de escrita e da vida no mosteiro, tema de Área de Projecto.
Os alunos presentearam a autora com poemas do livro "Herbário" de Jorge Sousa Braga e afinaram as vozes com a ajuda do professor Duarte para cantarem o hino da escola.
O nosso muito obrigada à Dra. Adriana por nos ter visitado e nos ter partilhado connosco as suas aventuras pelo mundo dos monges beneditinos.

domingo, 24 de outubro de 2010

(Clicar na imagem para aumentar)

25 de Outubro - Dia da Biblioteca Escolar

Marcadores elaborados pela professora Carla Gaspar a partir das frases vencedoras do concurso concebidas pelos alunos para assinalar este dia.
Deixamos aqui outras frases com menções honrosas e elucidativas da visão dos alunos sobre a Biblioteca:
"A biblioteca é como uma agência de viagens: Os livros são os bilhetes" - Alexandra Alves, 7ºC
"A biblioteca é uma fonte para quem tem sede de conhecimentos"- Rafael Araújo, 8ºB
"As paredes da biblioteca são como as muralhas de uma cidade com um rio de páginas para nos perdermos e encontrarmos"- João Miguel , 6ºE
"A biblioteca é um lugar misterioso, um lugar calmo!" - Renata Rocha, 6ºD
"A biblioteca é o lugar mais misterioso da escola, cheia de segredos dentro dos livros."- Daniela Ferreira, 6ºC
"A biblioteca é um lugar de aprendizagem, onde aprendo a sonhar."- Maria Beatriz, 5º A


sexta-feira, 22 de outubro de 2010


Encontro da autora do livro "Viagem no Tempo ao Mosteiro de Tibães" Adriana Jorge Ferreira Amaral com os alunos do 6º ano, no dia 25 de Outubro, com o objectivo de conhecer melhor o Mosteiro, antiga casa mãe da Ordem Beneditina.

"O Mosteiro de São Martinho de Tibães, antiga casa-mãe da Congregação de S. Bento de Portugal e do Brasil, é um dos mais representativos espaços monásticos barrocos do nosso país. Próximo de Braga, sobranceiro ao rio Cávado, avista-se, dos diversos locais que outrora integraram o seu Couto, outorgado pelos condes portucalenses D. Henrique e D. Teresa, em 1110. Marcando um longo tempo de vivência religiosa, instalado na encosta do monte de S. Gens, constitui um contínuo apelo à memória e à beleza, contida por fora e deslumbrante por dentro, explodindo em borbotões de luz e ouro que o inevitável apelo à glorificação divina impunha aos homens no interior dos seus templos. Abrigo de míticos anacoretas perdidos na voragem dos tempos, a sua Cerca, representa ainda hoje uma lição de harmonia, de respeito e de convívio entre Homem e Natureza. Aonde o trabalho e o lazer se conjugam, onde entre os campos de cultivo se avistam fontes e flores, a Cerca de Tibães constitui um jardim histórico de rara beleza, em que frágeis espécies se refugiam do tropel ameaçador da vida moderna."

Informação retirada do site
Ministério da Cultura - Cultura online

E que tal uma visita virtual 3D? Aprecie as maravilhas do Mosteiro!

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

A leitura do livro "O dia em que a barriga rebentou" de José Fanha foi o ponto de partida para a dramatização da obra pelos alunos do 6º F. Comemou-se, desta forma, a semana da alimentação, inserida nas actividades do projecto PESES, e que teve a colaboração da professora bibliotecária, dos docentes da turma, das responsáveis do projecto e da ajuda preciosa da enfermeira Paula.
Momentos divertidos e extremamente pedagógicos levados a cabo por um grupo de alunos que, nos dias 20 e 21 de Outubro, transmitiram com estusiasmo e expressividade a mensagem de uma alimentação saudável aos colegas do 2º ciclo.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010


Regulamento do CONCURSO “CONTAR E ILUSTRAR O MOSTEIRO”

O concurso “Contar e ilustrar o Mosteiro ” é uma iniciativa promovida pela equipa do projecto aLer+ em parceria com docentes dos diferentes níveis de ensino.
O produto final do concurso será a construção/edição de um livro das narrativas produzidas e ilustradas pelos alunos do Agrupamento, a desenvolver em três fases.
1. Objectivos
São objectivos do Concurso os decorrentes da melhoria das práticas dos alunos nos domínios da leitura, escrita, tecnologias da comunicação e área artística.
Para além destes, o concurso responde ainda a objectivos concretos do Projecto Educativo e do Plano de Leitura do Agrupamento.

Do Projecto Educativo ( a partir do perfil de competências para o aluno do AEMC)
· Utilizar correctamente a língua portuguesa, nas diferentes vertentes, reconhecendo a sua importância para a sua valorização pessoal e social, nas diferentes áreas do «saber».
· Manifestar o prazer de ler reconhecendo a sua importância para a sua valorização pessoal e social.
· Adoptar as TIC na construção e manifestação dos diferentes saberes.
· Valorizar e preservar o património físico, cultural e artístico (local e mundial).

Do Plano de Leitura do Agrupamento
· Promover actividades de animação da leitura – antes da leitura, durante e depois de ler.
· Favorecer o manuseamento autónomo de livros, revistas e outras fontes de informação.
· Compreender os aspectos relevantes do que lêem e ouvem.
· Apreciar, em livros, aspectos materiais e paratextuais.


2. Fases do Concurso/Calendarização

1ª Fase: Produção de textos narrativos.
(de 30 de Setembro a 28 de Janeiro)
2ª Fase: Produção de desenhos ilustrativos dos textos produzidos e seleccionados na 1ª fase
(de 11 de Fevereiro a 14 de Março)
3ª Fase: Trabalho de composição gráfica dos desenhos vencedores da 2ª fase do concurso (de 18 de Março a 29 de Abril)

2.1. 1ª FASE
2.1.1. Condições de candidatura
a) Poderão concorrer à 1ª fase do concurso, produção de um texto narrativo, os alunos do 3º ao 9º ano de escolaridade;
b) As candidaturas serão da responsabilidade de um professor da turma do aluno concorrente;
c) Os textos poderão ser individuais ou colectivos;
d) Cada turma poderá apresentar vários trabalhos, no entanto, apenas um será seleccionado pelo docente responsável.

2.1.2. Características do texto a concurso
a) O texto deve ser apresentado na modalidade de texto narrativo que traduza conhecimentos relacionados com o Mosteiro de Tibães.
b) O trabalho final deve ser apresentado em folhas a4, letra Times New Roman, tamanho 12, e espaçamento 1,5, com um mínimo de 3 páginas e um máximo de 15;
c) É obrigatória a entrega em formato digital;
d) Os trabalhos deverão ser identificados com um código atribuído pelo professor responsável, que guardará para si a identidade do concorrente, só a divulgando após a saída dos resultados da 1ª fase do concurso.
e) Os trabalhos seleccionados pelos docentes responsáveis, deverão ser entregues por estes na Biblioteca, nos termos definidos nas alíneas anteriores.


2.2. 2ª FASE
2.2.1. Condições de candidatura
a) Poderão concorrer à 2ª fase do concurso “Ilustração dos contos vencedores” os alunos do pré-escolar; do 1º, 2º e 3º ciclos;
b) Os trabalhos poderão ser individuais ou colectivos;
c) Cada aluno ou grupo de alunos concorrente selecciona um conto para ilustração podendo produzir um número variado de desenhos, desde que sejam ilustrativos da leitura e compreensão dos mesmos.
d) Cabe a um professor da turma do aluno concorrente garantir a entrega do trabalho na biblioteca da EB 2,3 do Cávado e, posteriormente, proceder ao seu levantamento, no prazo de 30 dias após a divulgação e a atribuição dos prémios;

2.2.2. Natureza dos trabalhos
a) As ilustrações devem ser apresentadas em tamanho a4 (21cmx29,7cm) em suporte papel (papel de desenho)
b) As ilustrações devem ser somente contornadas a caneta preta, gráfica, sem aplicação de qualquer técnica de pintura;
c) No verso dos trabalhos deverá constar a identificação do autor (nome, número, turma e estabelecimento de ensino) e o nome do conto a que diz respeito a ilustração;
d) Os trabalhos seleccionados pelos docentes responsáveis, deverão ser entregues por estes na Biblioteca, após este ter verificado o cumprimento do definido nas alíneas anteriores.
2.3. 3ª FASE
2.3.1. Condições de candidatura
a) Poderão concorrer à 3ª fase do concurso “Composição gráfica das ilustrações dos contos vencedores” os alunos do 8º ano, da EB 2, 3 do Cávado;
b) Os trabalhos poderão ser individuais ou colectivos;
c) Cada aluno ou grupo de alunos concorrente selecciona um, ou vários, dos desenhos vencedores da 2ª fase para a respectiva composição gráfica.
d) Cada turma só poderá concorrer com 5 ilustrações.
e) As candidaturas serão da responsabilidade do professor de Área de Projecto da turma do aluno concorrente, cabendo a este garantir a entrega do(s) trabalho(s) e, posteriormente, proceder ao seu levantamento, no prazo de 30 dias após a divulgação e a atribuição dos prémios.
f) A(s) ilustração(ões) deve(m) ser entregue(s) em formato digital (PEN ou CD-ROM), identificadas com o nome do ficheiro, nome completo do(s) aluno(s) e turma, numa folha à parte dentro de um envelope fechado com o nome do concurso.

2.3.2. Natureza dos Trabalhos
a) São aceites composições na área das Artes Visuais, no seguinte domínio: Arte digital;
b) São admitidas a concurso ilustrações realizadas em suportes digital e utilizando como técnica, pintura e composição digital.
c) As ilustrações não podem exceder o formato A4 e devem ter no mínimo a resolução de 300 pixéis/pol. Os ficheiros terão de ser gravados em formato JPEG ou TIFF.


3. Critérios de apreciação dos trabalhos
Os projectos a concurso serão apreciados de acordo com os seguintes critérios:
· Originalidade;
· Criatividade;
· Demonstração de conhecimentos sobre o Mosteiro de Tibães e sua relevância na história local;
· Respeito pelas regras e técnicas definidas nos pontos relativos às características dos trabalhos a concurso (Natureza dos trabalhos)
· Adequação da ilustração ao respectivo conto (na 2ª e na 3ª fase do concurso)
4. Júri

A selecção final dos trabalhos ficará a cargo de um júri constituído pelos seguintes elementos:
Paulo Oliveira (Responsável pelo Serviço Educativo do Mosteiro de Tibães)
Ernestina Pinheiro e Ana Maria Lopes (Professoras bibliotecárias)
Conceição Silva (Departamento de Línguas)
Carla Gaspar (Departamento de Expressões)
Fernando Pinheiro (Escritor)
O não cumprimento do estabelecido nos pontos anteriores, será motivo de exclusão do trabalho a concurso.
Das decisões do júri, não haverá recurso.

5. Divulgação
A divulgação dos resultados e trabalhos vencedores em cada uma das fases será efectuada no site do Agrupamento (
www.mosteiroecavado.net), e no blogue das Bibliotecas Escolares do Agrupamento, de acordo com a seguinte calendarização:
1ª fase – 11 de Fevereiro
2ª fase – 18 de Março
3ª fase – 6 de Maio

O produto final (livro/ e-book) será apresentado a 23 de Maio.

6. Prémios
A divulgação de prémios e respectiva data de entrega será divulgada proximamente.
7. Apoios
Mosteiro de Tibães, Porto Editora; Associação de Pais; Direcção; PTE; Projecto Comunicação; Bibliotecas Escolares.

segunda-feira, 11 de outubro de 2010

Livro
um mistério
para desvendar com um amigo
um paraíso
para desfrutar o mundo a sonhar
uma escada
para alcançar o brilho das estrelas.
Livro
uma estrela
para iluminar as noites sem luar.

5ºA
Livro
um segredo
para desvendar
uma casa
para as palavras habitar
um tesouro
para estimar
Livro
Uma paixão
Para encher o coração.

5ºB
Livro
um professor
para nos ensinar
um mar de letras

para nelas navegar
uma caixa de surpresas
para nos surpreender ao ler
um sorriso, para nos alegrar e confortar
Livro
Uma canção,
que nos enche o coração.

5ºD
Livro
um Tesouro
para descobrir
um mundo desconhecido
um Baú
para abrir sempre que nos apetecer
uma Aventura
para nos empolgar
Livro
Uma borboleta
para inspirar
e por dentro nos transformar.

5ºE
Livro
um Lugar
para muitas aventuras partilhar
um Comboio
para as carruagens da imaginação percorrer
uma Fonte
para a sede da sabedoria saciar
Livro
um Companheiro
para ao longo da vida nos entreter!

5ºF
Livro
um segredo
para guardar no fundo do mar
um abrigo
para nos proteger do vazio de palavras
um tesouro
para muitos conquistar
Livro
uma paixão
para nos arrebatar.

5ºC

quarta-feira, 6 de outubro de 2010


"Diversidade Desafio Mudança, tudo isto na Biblioteca Escolar".
"À descoberta dos livros"- concurso de poesia destinado aos alunos do 5º ano.
"Quem sou eu?" - Concurso de adivinhas sobre animais.
"Aprender através da pesquisa" - A pesquisa passo a passo destinado aos alunos do 2º e 3º ciclo em articulação com os professores de Área de Projecto.
Comemoração da semana da alimentação em articulação com o projecto PESES - Dramatização da história " O dia em que a barriga rebentou" de José Fanha pelos alunos do 6º F nos dias 20 e 21 de Outubro.
Leitura de informação ligada ao quotidiano: um rótulo de um bem alimentar dirigido aos alunos do 6º ano.
"Li e recomendo..." recomendações de leitura pelos alunos do 2º e 3º ciclos para divulgação no blogue "Livros à solta" em articulação com os professores de Língua Portuguesa.
Elaboração de marcadores com as frases mais originais sobre a biblioteca escolar.
Encontro com a autora do livro "Uma viagem no tempo ao Mosteiro de Tibães, Adriana Jorge Ferreira Amaral no dia 25 de Outubro.

sábado, 2 de outubro de 2010

terça-feira, 28 de setembro de 2010


Antero de Quental (1842-1891) nasceu em Ponta Delgada, Açores. Frequentou a Universidade de Coimbra, tendo passado depois algum tempo em Paris. Viajou pelos Estados Unidos e Canadá, fixando-se em Lisboa. Pertenceu à à chamada Geração de Setenta, grupo que pretendia renovar a mentalidade portuguesa, e participou nas Conferências do Casino. Foi amigo, entre outros, de Eça de Queirós e Oliveira Martins. Atacada por uma doença do foro psiquiátrico, regressa aos Açores onde se suicida.

Ler mais em Projecto Vercial


Abílio de Guerra Junqueiro (1850-1923) nasceu em Freixo de Espada à Cinta, formando-se em Direito na Universidade de Coimbra. Foi funcionário público e deputado, aderindo em 1891, com o Ultimatum inglês, aos ideais republicanos. Influenciado por Baudelaire, Proudhon, Victor Hugo e Michelet, iniciou uma intensa escrita poética com o fim último de, pela crítica, renovar a sociedade portuguesa. Retirou-se para uma quinta no Douro, regressando à política com a implantação da República, tendo sido nomeado Ministro de Portugal em Berna.

Ler mais em Projecto Vercial
Os poetas da Primeira República

"Deram os versos por uma causa na tentativa de ajudar uma mudança político-social que vinha florescendo em Portugal. Foram poucos mas marcaram uma época. Guerra Junqueiro e Antero de Quental são os poetas que representam com mais maestria a poesia com orientação política republicana.


sexta-feira, 24 de setembro de 2010


Ler+ para vencer
Uma vez mais aconteceu na biblioteca a oferta de livros aos meninos e meninas do 5º ano. Leu-se o poema "Livro" de Luísa Ducla Soares , ouviu-se a mensagem de um livro aos seus utilizadores e todas as turmas produziram o seu poema sobre o livro.
Com a oferta de livros, iniciativa do Ministério da Educação e do PNL espera-se contribuir para que todos os alunos associem o momento da entrada ou mudança na escola ao prazer de ler e de aprender.
Os alunos gostaram e agradecem!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Bem-vindo à nossa cidade – ao nosso mundo – dos livros. É aqui que moramos

This Is Where We Live from 4th Estate on Vimeo.

A film for 4th Estate Publishers' 25th Anniversary. Produced by Apt Studio and Asylum Films

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

Recepção aos pais dos alunos do 5º ano.

Como vem sendo hábito a Biblioteca abriu as suas portas no dia dez para receber os pais e os alunos e alunas que este ano lectivo vão frequentar a escola pela primeira vez.
É muito bom ver caras novas, curiosas e pais que acompanham os filhos neste dia cheio de emoções.

Um bom ano lectivo para todos pleno de leituras!

domingo, 27 de junho de 2010


"O Coração e a Garrafa"de Oliver Jeffers, o autor de "O incrível rapaz que comia livros", disponíveis na biblioteca.

"O Coração e a Garrafa" fala-nos de uma menina fascinada com o mundo à sua volta. Até que um dia algo aconteceu que a fez pegar no seu coração e guardá-lo num sítio seguro. Pelo menos durante algum tempo… Só que, a partir daí, nada parecia fazer sentido. Saberia ela quando e como recuperar o seu coração?Com esta história comovente, Oliver Jeffers explora os temas difíceis do amor e da perda, devolvendo-nos, de maneira notável, um sopro de alento e de vida.
Recensão da editora Orfeu Negro.

Pode também ser ouvido
aqui - Jornal Público; Blogue Letra Pequena
Uma história comovente e fascinante!

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Alunos com mais empréstimos domiciliários

Lívia Hartmann - 5ºF
Rafael Araújo - 7º E

Emília Pageaux- 6ºD

Estão também de parabéns os alunos

Cláudia Sofia Martins Eira
Andreia Marina Oliveira da Luz
Carolina da Silva Rei
Helena Gomes Araújo
André Filipe Alves Duarte
Adriana Filipa Macedo Roriz Pinto
Ricardo Loureiro da Silva
Andreia Daniela Simões Correia

quinta-feira, 17 de junho de 2010


Vencedores do Concurso "É a tua vez" organizado pelos professores de Língua Portuguesa e professora bibliotecária.

Foi num ambiente de boa disposição, mas de concentração que os alunos de todas as turmas do 2º e 3º ciclo se reuniram na biblioteca para provarem as suas competências de leitura e responderam a questões relacionadas com livros, leituras e funcionamento da língua.

Parabéns às equipas venecedoras

5º ano - Turma B

6º ano - Turma D

7º ano - Turma B

8º ano - Turma E

quarta-feira, 16 de junho de 2010


O nosso Grilo maestro

O Grilo Grilarim
Cantarola no jardim
Foi apanhado, coitadinho!

De maestro afamado
Sempre muito aprumado
Passou a grilo prisioneiro.

Jaiminho, menino mimado
Pôs o nosso grilo enjaulado
Esperando que ele cantasse.

Comparado a um mosquito ou gafanhoto
Sofreu sevícias do maroto
Que com isso se irritava e saltava.

Comparado a uma barata
PUF...PUF...levou com o spray da lata
E de pernas para o ar ficou.

Sentiu-se então a voar
Da janela do 1º andar
E no matagal foi cair.

Veio a noite, veio o chuvisco
O nosso Grilo quase serviu de isco
A uma galinha esfomeada.

A chuva o despertou
E o Grilo Grilarim cantou
Livre e feliz para sempre, finalmente!


Composição poética criada pelo 6º B em OL,
baseada na história de António Torrado, o Grilo Grilarim

quarta-feira, 9 de junho de 2010


De 14 a 18 de Junho decorre em todas as escolas do 1º ciclo e E.B. 2.3 do Cávado a FEIRA DO LIVRO, proporcionando a toda a comunidade educativa um contacto próximo com a leitura e os livros.

A biblioteca abrirá as suas portas à noite das 21 às 22 horas na segunda e terça-feira para que todos possam desfrutar de uma leitura.

No dia 21 acontece também a inauguração da exposição dos trabalhos de àrea de projecto do 2º ciclo.

Mais informações no site do Agrupamento.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Numa grande praia com grandes rochedos onde existiam milhares de pedras, residia Tara, uma pedra invulgar que se distinguia de todas as outras pedras. Esta sim, era a de todas a mais invejada, mas ela achava-se normal.
A dois quarteirões da praia vivia um rapaz chamado Rui, muito orgulhoso e com uma grande sentido de humor, pelo menos é o que dizem. Com aqueles fios de cabelo loiro que reluziam ao longe e uns olhos azuis que faziam lembrar o mar e para acabar um corpo forte com cerca se um metro e sessenta e cinco centímetros.
De manhã, Rui acorda ainda ensonado. A mãe já estava pronta para o ir chamar mas mal a mãe chega ao quarto, Rui fecha os olhos imediatamente e finge que está a ressonar. A mãe como ainda tinha olhos e cérebro disse:
- Pensas que eu nasci ontem, meu menino? Quando tu nasceste já cá eu andava há muito tempo!
Rui levanta-se da cama e amuado diz:
- Já vou mãe!
Já na escola a professora informa-o que no dia seguinte haverá uma visita de estudo à praia mais próxima. Rui levanta o braço e protesta:
- Professora, eu não quero ir! Nem morto, eu iria a uma praia, nem pense!
A professora virou costas e abriu a lição enquanto bebia um pouco de água.
Na manhã seguinte, Rui ia todo revoltado e indignado porque a professora lhe tinha virado as costas.
Chegados à praia Rui como sempre tinha de fazer uma das dele, afastou-se do grupo correndo para trás das rochas.
Enquanto ele corria, ouvia-se o queixar das pedras por baixo dos seus pés.
-Ai! Au! Estás a calcar-me, gostavas que eu te fizesse o mesmo?
Rui ouve aquela fala que sobressai: “gostavas que te fizesse o mesmo”, quem é que teria dito isso?
Pára, fica quieto e olha para o chão.
-Olá ó grandalhão, não me vês?
Aquela pedra era Tara a invejada por todos.
- Olá, quem és tu ó baixinha?
-Em primeiro lugar chamo-me Tara, depois acho que vocês, os humanos, não se importam com as pedras por último sai de cima do mim! Agora ouve-me.
Rui olha para um lado e para o outro, nenhum “predador” à vista.
- O que é que queres baix… quer dizer Tara?
- Queria que tu informasses os humanos que por causa deles, as nossas praias estão poluídas porque todos os dias vemos chegar peixes mortos à costa e a água mais preta que o preto. E, depois somos sempre nós, as pedras, que pagamos tudo, as pessoas acham que as pedras ferem, e matam nos grandes desastres naturais e que simplesmente não servem para nada. Mas isso não é verdade, as pedras fazem mais que muito, ajudam-te a ter uma vida melhor como ter um chão em paralelo, a ter uns muros para tua própria segurança e muito mais! Porque o homem é o ser mais poluidor de sempre, a sua evolução “mata” mais o planeta. E todos os dias vejo isto a acontecer. Por isto mesmo, pensa mais e resmunga menos.
Rui dá meia volta e vai embora pois a sua turma já estava a entrar no autocarro. E assim foi contando tudo aos seus colegas e professores para ajudarmos a proteger o ambiente e prestarmos mais atenção àquilo que desprezamos.

Trabalho realizado por Mariana Noversa - 6ºB

Texto inspirado no poema de Maria Alberta Menéres, "As Pedras Falam?"

terça-feira, 1 de junho de 2010


Um balão. Um livro.

Continuando um trabalho de divulgação e desenvolvimento do projecto aLer+, os docentes de EVT prepararam com os alunos mensagens sobre os seus livros favoritos. No Dia Mundial da Criança largaram 260 balões, tantos quantos os alunos do 2º ciclo e livros lidos.

sexta-feira, 28 de maio de 2010


No mês de Maio os alunos do 6ºB e C viajaram à proa dos lindos barquinhos enfeitados com "As aventuras do Pinóquio" de Carlo Collodi ou com "Os mais belos contos de Grimm" que construiram em E.V.T. Como inspiração a mensagem do Dia Mundial do Livro Infantil do escritor Eliacer Cansino. Navegam, agora, nas estantes da biblioteca à espera que um outro menino ou menina os faça zarpar.

"-Gosto que penses que sou um barco- diz-lhe o livro, balançando para os lados, como se fosse um barco a sério.
O Pequeno Pintor respondeu-lhe:
-Leva-me até ao fim das tuas páginas.
E o livro leva-o. Quando chega a uma baía sem nome, pára para descansar. Poisa-lhe uma gaivota dentro das páginas e ele sente cócegas e ri muito.Quando a história acaba, o pequeno pintor e o livro aprenderam mais uma viagem."

José Jorge Letria, in "Na rota das palavras", Fundação Calouste Gulbenkian



Mesa de Leituras da República
Desta vez, as Mesas de Leitura tiveram como cenário as comemorações do Centenário da República, um motivo para festejar com livros e conhecer toda a bibliografia existente.
Numa acção articulada com os docentes de História, a biblioteca vestiu as cores da República e foi palco de várias acções de sensibilização para a importância desta comemoração e dos seus ideias.

segunda-feira, 24 de maio de 2010

LIBERTAR AS PALAVRAS.....

Chegou a Primavera
Primavera sempre colorida
Colorida como o arco – íris
Arco – íris a brilhar no céu
No céu as andorinhas voam
Voam as gaivotas à beira – mar
À beira – mar as crianças vão brincar
Brincar, saltar, dar pulos no ar
Ar que respiramos com prazer
Prazer é ver a Natureza a crescer
Crescer é aprender a Sonhar
Sonhar para o mundo melhorar
Melhorar, desenvolver e sorrir
Sorrir para a alegria poder existir.


Trabalho realizado pelos alunos do 6ºB

sexta-feira, 21 de maio de 2010


LER+ NOVAS LEITURAS

Do PNL surge mais um espaço para conhecer novos livros, autores e ilustradores na companhia de um simpático Rato de Biblioteca.
Novas leituras convida-te a discutir temas e ideias no facebook com o seu anfitrião.
Propostas de qualidade para formar melhores leitores.
Consultar aqui

sexta-feira, 14 de maio de 2010

Os meninos e meninas da EB1 de Panóias gostam de ler porque...

Um livro dá-nos carinho e ajuda a esquecer as nossas tristezas.João Alves, 3º ano A3

Para mim, ler é como estar em um mundo de Fantasia. Rúben Gomes, 3º ano nº 22
Ler é descobrir coisas novas. André Machado, 3º ano A 3
Ler é viajar pelo Universo.António Nogueira, 4º ano A 4
Ler é viajar pelo mundo.Daniel Coelho, 3º ano A 3
Ler dá-nos harmonia. Rui Nogueira, 3º ano A 3
Ler é viajar no espaço e na terra. Ana Sofia Gomes, 4º ano A 4
O livro é um amigo especial. Ana Rita Roriz, 3º ano A 3
Ler é passado, presente e futuro. Pedro Faria, 4º ano A 4

Também os meninos e meninas Escola Básica 1 de Carrascal gostam de ler.

Para mim, ler é ir ao mundo da fantasia e imaginar. Paula Rodrigues, 3º ano Turma B
Para mim, ler é como se fosse a personagem principal de cada livro.Ana Margarida Costa, 3º ano Turma B
Para mim, ler é obter conhecimentos. João Peixoto, 3º ano Turma B
Ler exercita o cérebro. Rui Barbosa, Turma B 4
Para mim, ler é uma fantasia, é maravilhoso, é um completo divertimento. Daniela Rodrigues nº 8 Turma B
Para mim ler é descobrir um mundo. Catarina Gomez, Turma B

Para mim ler é entrar na imaginação e conhecer pessoas. Beatriz Mota, 3º ano Turma B
Ler, para mim é dar à volta do mundo. André Ribeiro, 2º ano
Ler é uma fantasia do dia-a-dia. Paula Rodrigues, 2º ano
Ler é imaginar princesas e reis, enfim… o mundo da fantasia. Inês Barros, 2º ano
Para mim, ler é imaginar o que não existe. Mariana Peixoto 2º ano
Ler é aprender e recordar um sonho. Isabel Quintas 2º ano nº 11
Ler é imaginar um mundo diferente. Álvaro Gonçalves 2º ano nº 2
Ler é uma aventura. Joana Mendes 2º ano nº 13
Ler é descobrir um mundo. Margarida 2º ano nº 14

Os meninos e meninas da Escola Básica de Ruães também gostam muito de ler porque...
Os livros levam-nos a um mundo mágico. José Silva, 4º ano Turma E 4
Ler é viajar sem sair do lugar. Daniel Fernandes 4º ano Turma E 4
Os livros vão fazer-me sonhar e rir. Tiago Afonso 4º ano Turma E 4

Os mais pequeninos do J.I. de Mire de Tibães adoram livros.
Gosto de ler porqué é fixe. Diogo Costa, 4 anos
Devemos ver livros, porque é giro e fixe. João Silva, 5 anos
Devemos ver livros para aprender a ler, e ver as histórias porque são bonitas. Renata Fernandes, 5 anos
Gosto de ver livros porque a parte de fora (capa) é bonita. Andreia Marques, 4 anos
Gosto de ver livros, porque tem imagens bonitas. Margarida Costa, 5 anos

quinta-feira, 13 de maio de 2010

A Biblioteca recomenda ... duas interessantíssimas propostas de leitura para os nossos alunos adolescentes e não só.
O ANIBALEITOR de Rui Zink
Uma viagem estimulante pelo reino dos livros e da leitura.

"O Anibaleitor conta a história de um jovem que, fugido à "guarda do reino", embarca numa viagem em busca de um mítico e fabuloso animal, o Anibaleitor. Livro de aventuras, é acima de tudo livro de aventura da leitura. Nesta magnífica novela, Rui Zink consegue ser, ao mesmo tempo, divertido, didáctico, comovente e, como sempre, estimulante."

O MIÚDO QUE PREGAVA PREGOS NUMA TÁBUA de Manuel Alegre

"Entretanto o miúdo cresceu, quer seja o que pregava pregos muito direitos numa tábua, que o que engoliu os comprimidos do avô, quer o que se rebelou contra a humilhação das mangas curtas, quer os outros todos ou eu próprio, que não sei se fui cada um deles menos um, este que conta e tem tendência ora a efabular ora a querer ser tão verdadeiro que põe em dúvida o que de facto foi e até de si mesmo suspeita. Seja ele quem for, o certo é que o miúdo cresceu. E agora está aqui (mas ainda será ele?) a ver se consegue escrever um livro, sem saber o quê nem como. Pois que outro livro pode escrever-se? Vida de tantas vidas na tão curta vida."